Buscar
  • Ana Paula Guerra

O que diria Dercy Gonçalves se ainda estivesse viva?


Neta de coveiro, filha de lavadeira e alfaiate. Essa era Dolores Gonçalves Costa, a Dercy Gonçalves, que muitos amam até hoje.


São muitas lembranças do humor sarcástico de quem mudou a história da comédia no Brasil. Debochada, atrevida e boca-suja, a atriz, comediante e cantora fez história com suas afirmações polêmicas.


Dercy Golçalves não tinha medo. Falava o que viesse à cabeça. Talvez, por um desejo latente de vingar-se da repressão militar, uma pedra em seu sapato, ou melhor, em sua boca.


Ainda bem que a força desbocada de Dercy se saiu vencedora na batalha contra sua pior inimiga: a censura.


Imagine então, o que Dercy Gonçalves diria hoje:

Arte: https://amarildocharge.wordpress.com/2012/01/12/do-bau-dercy-goncalves-caricatura/


Covid-19

— Meu filho, as máscaras sempre estiveram aí. Isso nunca foi novidade porque todo mundo sempre usou, mas de mentirinha né. Agora é de pano mesmo. Todo mundo escondendo a cara pra Covid não pegar e, de quebra, a polícia também não reconhece o ladrão. Tudo filho da P* mascarado!


Regina Duarte

— Uma mula, coitada! Eu tenho até pena, sabe? Foi lá, com aquela carinha de mãe da Maria de Fátima e aí, quando viu que o negócio era “Vale Tudo”, teve que sair da história com cara de mocinha que chora a novela toda. Ah não vem com essa!


Auxílio Emergencial

— Meu filho, auxílio o quê? Emergencial pra mim é a mulher que tá parindo, o cara que tá com dor de dente, a criança que não para de chorar porque não tem leite. Auxílio Emergencial de 600 reais é sacanagem né? Quantas balas dá pra comprar com isso? Se ainda fossem balas de revólver...


Desemprego

— Ah, vá pros quintos dos infernos, meu filho! O cara perde o emprego e ainda tem que ficar em casa com fome e sem dormir, preocupado em como vai pagar o aluguel do barraco? É melhor sair de casa e pegar essa M* de Covid logo. Pelo menos no hospital, o cara pode comer alguma coisa (se tiver vaga na P* do hospital).


Família Bolsonaro

— Já que eles não tão dando muito certo na política, podiam criar um circo de palhaços, né? A plateia vai ser grande hein! Tem até um grupo que fica lá na rampa aplaudindo as palhaçadas, já viu?



Esse artigo é uma homenagem à imortal e maravilhosa Dercy Gonçalves, que enche os nossos corações de alegria até os dias de hoje.


23 de junho de 1907

19 de julho de 2008


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo